Carregando Eventos

« Todos Eventos

XV Semana de Relações Internacionais Puc-SP

setembro 25 @ 14:00 - setembro 29 @ 12:00

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Centro Acadêmico de Relações Internacionais, junto à Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, têm o prazer em apresentar a XV Semana de Relações Internacionais que ocorrerá entre os dias 25 e 29 de setembro de 2017.

Este ano, o Centro Acadêmico decidiu trazer à tona discussões que têm pautado o cenário internacional contemporâneo. Os debates tentam construir o diálogo com assuntos específicos que se entrelaçam por diversas áreas e circunscrevem a globalização.

• Políticas migratórias:

Como o atual relacionamento interestatal produz as hostilidades que se traduzem em legislações de contingência em vez de produzirem uma política externa que vise o migrante em vez de medidas repelentes aos fluxos migratórios. Quais as perspectivas atuais com relação ao migrante e porque elas são ou não produtivas?

• Política Externa Brasileira:

Uma análise sobre os novos desafios.
Depois de um ano de Impeachment da presidenta Dilma Rousseff, novos rumos e direcionamentos da política externa brasileira surgem na atual conjuntura, com o governo de Michel Temer. O debate sobre as mudanças e seus reflexos em diversas esferas se tornam essenciais para entender as novas configurações na PE do país.

• Conflito e defesa – segurança privada:

Em setembro de 2007, empregados da empresa de segurança privada Blackwater (atual Academi) atiraram em civis iraquianos, no que ficou conhecido como o massacre da praça Nisour, em Bagdá, deixando 17 mortos e 20 feridos. O objetivo da mesa é discutir em que medida a atuação de companhias, como a Blackwater, muda a dinâmica dos conflitos, além da ideia da privatização da segurança e as possíveis consequências desse fogo cruzado entre público e privado.

• Saúde pública no âmbito internacional: a questão da fome para além do conflito

Para Josué de Castro, ex-presidente da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação) e um dos mais importantes embaixadores do Brasil na ONU – Organização das Nações Unidas, “a fome e a desnutrição não são uma ocorrência natural, mas resultado das relações sociais e de produção que os homens estabelecem entre si.” Inspirados no trabalho de Josué de Castro acerca da Geopolítica da Fome, o debate visa compreender a Fome, buscando ultrapassar as fronteiras da tese de uma crise alimentar causada por conflitos e nos colocar diante do paradoxo da superprodução alimentar em comparação com a fome à nível internacional. Dessa forma, buscamos demonstrar como os processos de colonização e dependência estão diretamente ligados à geração de pobreza e miséria extrema no mundo. Contaremos com a presença de especialistas no tema e debatedores que compõem movimentos sociais fundamentais na luta contra transformação da produção alimentar em ferramenta de lucro e acumulação.

• Futuro dos Acordos Preferenciais de comércio, frente a saída dos EUA dos TPP:

No começo deste ano o presidente dos EUA Donald Trump retirou o país do Trans-Pacific Partnership, conhecido como TPP. Este seria maior acordo preferencial de comércio do mundo, o qual englobaria os EUA, países latino-americanos e as maiores economias do extremo Oriente, exceto China. Com mudança na política externa do país norte-americano para uma postura mais protecionista, cria-se dúvidas acerca da continuidade dos mega-acordos. Ainda estão em negociação outros dois grandes acordos preferenciais de comércio o Tisa – Trade in Services Agreement – e o TTIP Transatlantic Trade and Investment Partnership. Estarão esses acordos em risco frente a mudança de política externa do país?

Além disso contaremos com dois mini-cursos que serão ministrados durante a semana para quem queira se aprofundar nas temáticas por eles propostas. Os interessados poderão se inscrever em UMA das opções pelo seguinte link: https://goo.gl/forms/HfV76wyIJSdOLJxt2

Os mini cursos ocorrerão de segunda a quinta, das 14h as 18h, no próprio campus Perdizes.

• “Pós extrativismo e pós desenvolvimentismo – esgotamento do progressismo na América Latina?”

Abordará, durante seus quatro dias, temas relevantes sobre alternativas ao desenvolvimento. Entre os tópicos está a discussão sobre o paradigma vigente de desenvolvimento, calcado principalmente na extração de recursos minerais ou commodities, processos que historicamente degradam a Natureza no continente e mantém os países latino-americanos na pobreza e destruindo formas tradicionais de vivência. O curso também abordará em como saltar para um modelo que supere visões economicistas e antropocêntricas, que apartam o homem da Natureza. Assim, diversas iniciativas já postas em práticas serão abordadas.

• “Desafios econômicos e de cooperação para o desenvolvimento na África.”

No cenário internacional, a manutenção de poder e emergência dos países no sistema cria novos interesses e diferentes formas de atuação política. A cooperação para o desenvolvimento, passa a ter uma atuação de grande importância e criando novas relações, com o interesse de combater as dificuldades econômicas presentes em cada contexto.

Pensando nisso, os países africanos surgem neste contexto como atores de grande importância e de foco para atuação de potências e emergentes, abrindo uma discussão acerca dessas ações que possibilitam reflexões sobre os tradicionais e novos doadores, interesses presentes em cada agenda, os desafios da África e as novas demandas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Detalhes

Início:
setembro 25 @ 14:00
Final:
setembro 29 @ 12:00

Organizador

Centro Acadêmico de Relações Internacionais PUC SP
Website:
https://www.facebook.com/caripucsp/

Local

PUC – SP
Rua Monte Alegre, 984
São Paulo,05014-901BR
+ Google Map

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *