Blog

Comércio Exterior: como desenvolver uma mentalidade exportadora inovadora?

comercio exterior
Comércio Internacional Dicas

Comércio Exterior: como desenvolver uma mentalidade exportadora inovadora?

Comércio Exterior é o conjunto das compras e vendas de bens e serviços feitos entre países. Exportação e importação são a base econômica do país, e esses movimentos se relacionam diretamente com o equilíbrio que regula o mercado em âmbito mundial.

A criação de uma mentalidade exportadora é um longo processo que requer muita energia, impulso e dedicação. Essa necessita de investimentos financeiros, intelectuais e materiais, e também do apoio de todas as entidades setoriais, privadas e governamentais, sobretudo às pequenas e médias empresas, buscando sua inserção no mercado externo.

Ao definir a mentalidade exportadora, consegue-se acreditar com clareza no potencial do produto ou serviço, o que torna mais fácil correr alguns riscos no processo de exportação, pois a empresa será capaz de compreender as oportunidades além das fronteiras, e não apenas buscar as vendas externas somente para fugir de um mercado interno ocioso.

O processo de exportação costuma ser longo, bem planejado e um empreendimento não indicado para analistas despreparados, pois a empresa necessitará de profissionais com habilidades e confiança para buscar por parceiros comerciais que tenham compromissos com prazos, entendam de inovação tecnológica, serviços de pós-venda e política de preço, caminhos que são essenciais para que se tenha credibilidade e sucesso internacional.

Antes de pensar no mercado internacional, a organização deverá realizar uma análise profunda sobre o que realmente oferece como produto ou serviço, e qual a sua posição estratégica no mercado interno brasileiro. Entender se é possível oferecer qualidade, inovação, design engajado, preço competitivo e um excelente serviço de pós-venda. Caso a resposta seja positiva, então poderá seguir com a oferta internacional, pois as chances de sucesso são grandiosas.

Seguindo este questionamento, preparamos 5 passos para você trabalhar com Comércio Exterior e começar a desenvolver a mentalidade para uma possível exportação do seu produto ou serviço:

1. Análise de risco e cenários

O mito de que o mercado internacional é apenas para multinacionais costuma se fortalecer em momentos de incertezas, como este de pandemia. Contudo, é justamente agora que as empresas, em especial as de pequeno e médio porte, precisam observar a internacionalização como uma saída para superar as dificuldades. É necessário analisar o ambiente comercial a ser exportado, sua economia, cultura, consumidores e relacionamento com o seu produto.

2. Inteligência estratégica: Porque exportar?


A exportação reduz as perdas da capacidade ociosa existente, pois com as vendas para o mercado externo, haverá a otimização dos seus custos de produção, trabalhando a produtividade com eficiência e excelência e aumentando a lucratividade dos negócios. Assim, a exportação evitará a sazonalidade, diferentemente da queda da demanda interna por conta de ajustes na política econômica,

3. Definir o melhor tratamento administrativo, tributário e logístico

Qualquer empresa brasileira que esteja se preparando para o mercado internacional precisará gerenciar os tratamentos tributários, operacionais, logísticos e aduaneiros. Desse modo, ou a organização fará por sua conta internalizando todas as obrigações a seus funcionários, ou entregará estas questões para pessoa física ou jurídica que domine todos os processos, além de poder prospectar novos clientes no mercado internacional.

4. Inovação de produto

A inovação de produto tem como característica principal o desenvolvimento de novos bens ou serviços para serem lançados no mercado, ou a melhora nas atribuições do mesmo. Um produto inovador na exportação busca a combinação entre antecipação de tendências e a capacidade de adaptação da empresa no mercado global. O marketing internacional fará o papel de entender os cenários e buscar o público alvo, pois não há vendas, mesmo com um produto incrível, sem que o público entenda o seu benefício.
A ideia é ganhar espaço com mudanças pioneiras, que podem ou não envolver alta tecnologia. Muitas vezes, uma simples ideia e orgânica pode ser muito inovadora e atrair a atenção dos consumidores.

5. Desenvolvimento profissional : Rumo ao sucesso

Para que o profissional de relações internacionais e áreas correlatas tenha sucesso na exportação de seu produto é  preciso estar alinhado a um conjunto de variáveis, que trabalham interligadas. É necessário o conhecimento da comunicação para negócios; tratamento tributário, logístico, administrativo e aduaneiro; marketing internacional; inteligência estratégica; otimização de custos; de tecnologias da informação, as quais ajudarão na gestão das informações da marca, do mercado, dos concorrentes, das ameaças e oportunidades.

comércio exterior
Curso de Comércio Exterior – Exportação

Se você deseja aprimorar ou adquirir todas essas habilidades para seu desenvolvimento profissional, aperfeiçoando as boas práticas, a Agência Relações Internacionais preparou o curso Comércio Exterior – Exportação que estarei ministrando. Inscreva-se agora no curso clicando aqui ou no banner ao lado.

Deixe o seu pensamento aqui