Blog

Análise SWOT: O que é ? Como aplicar?

swot
Geral

Análise SWOT: O que é ? Como aplicar?

A ferramenta de administração de empresas conhecida como Análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats), traduzido como Análise FOFA ou FFOA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) é definido como um método de planejamento estruturado, usado para avaliar as quatro áreas em questão, envolvidos em um projeto ou negócio. Seu acrônimo define como potencializar seu negócio.

A Matriz SWOT, é um sistema simplificado de análises que visa observar a posição estratégica de uma determinada empresa em seu ramo de atuação, podendo ser utilizado em qualquer ambiente ou cenário, por conta de sua simplicidade. Assim, especifica-se o objetivo do empreendimento, identificando pontos positivos e negativos das esferas visíveis e particulares da organização.

Desenvolvida por Albert Humphrey, durante a década de 60 na Universidade de Stanford, Humphrey analisou e cruzou informações das 500 maiores empresas segundo a revista Fortune naquela época, utilizando esse instrumento.

Para compreender sua utilização devemos esclarecer as áreas da matriz::

  • Ambiente Externo: São todos os fatores aos quais você não tem controle, não sendo possível atuar de forma direta.

A análise do ambiente externo pode vir a ser dividida em duas formas

  1. Análise do macro-ambiente (Todos aqueles fatores que afetam todos os setores e indústrias de modo geral)
  2. Análise do ambiente competitivo do seu setor(ameaças e oportunidades de consequências restritas ao seu setor ou ramo de atuação)

 Lembre-se que a sua capacidade de detectar mudanças em um ambiente, permite que sua empresa reaja a tempo e tenha vantagem maior no mercado

  • Ambiente Interno: ao contrário do ambiente externo, aqui você tem total controle das decisões tomadas.

Desvendando o Acrônimo:

  • Forças: São os pontos positivos do seu projeto, os grandes diferenciais que destacam seu produto em relação aos demais. 
  • Fraquezas: Pontos negativos da organização/produto Áreas não favoráveis para evolução de seu investimento. Não necessariamente causam grandes prejuízos e danos a sua marca, mas poderia se sair melhor sem eles. 
  • Oportunidades: Tanto as oportunidades quanto as ameaças são baseadas no comportamento do mercado, e não nas características da empresa. As oportunidades são definidas por meio de acontecimentos que podem abrir vantagem para seu bom desempenho. 
  • Ameaças: Ao contrário das oportunidades, são situações externas que podem prejudicar seu desenvolvimento. 

Tanto as ameaças quanto as oportunidades não são passíveis de controle ou previsão, mas sim de cogitação para conseguinte precaver. 

Definir esses pontos têm uma importância de deixar claro que: você não tem controle do que ocorre lá fora, mas pode utilizar o que está ao seu alcance para fazer melhor em meio aos desafios externos

Mas como devo fazer essa análise?

Assim que souber seus pontos positivos e negativos tanto no âmbito interno quanto externo, é preciso esquematizá-los como a imagem acima.Terá desse modo, um esquema visual resumindo sua situação estratégica. Quanto mais bem detalhada e informativa for a sua matriz, mais fácil será organizar como atuar diante das situações. Além de reunir informações relevantes, a análise SWOT também traz mais dinamismo à elaboração da estratégia, sendo possível fazer uma melhor análise de mercado ou um suporte a alguma tomada de decisão

FONTE:

https://www.heflo.com/pt-br/planejameto-estrategico/analise-swot-exemplos/

https://www.agendor.com.br/blog/definicao-de-analise-swot/
https://www.heflo.com/pt-br/swot/o-que-e-analise-swot/
https://bomcontrole.com.br/analise-swot/

Deixe o seu pensamento aqui